Regulamento Vacathon

(2ª Versão - atualizada em 9 de agosto de 2017)

CAPÍTULO I - DO EVENTO

O VACATHON – 1ª MARATONA DE PROGRAMAÇÃO RURAL PARA PRODUÇÃO DE LEITE, é uma competição na qual “TIMES” vinculados a instituições de ensino superior no Brasil são desafiados a encontrarem soluções voltadas para a produção de leite em propriedades rurais.

Os TIMES devem ser formados por integrantes que atuem de modo interdisciplinar ou multidisciplinar, sendo altamente desejável que seus conhecimentos sejam complementares e que contemplem áreas da bovinocultura de leite, programação de computadores e/ou dispositivos móveis, User Interface Design (UI Design) e User Experience Design (UX Design) e, ainda, projeto de software/app e/ou de soluções de hardware/software aplicadas, baseadas ou direcionadas a Internet das Coisas (Internet of Things -IoT).

Obrigatoriamente, os participantes do Ideas for Milk - VACATHON devem constituir equipes informais, ou seja, os TIMES não podem ser estabelecidos como pessoa jurídica ou apresentarem similaridades a caracterização de pessoas jurídicas. Assim, exclui-se a participação de empresas, startups ou qualquer estrutura organizacional formalizada ou não, que seja equivalente ou congênere à de uma empresa.

O Ideas for Milk - VACATHON será disputado por até 20 (vinte) TIMES,  que representarão 20 (vinte) Instituições de Ensino Superior (IES) participantes, sendo apenas um TIME por instituição.

As IES interessadas em participar do Ideas for Milk – VACATHON deverão entrar em contato com a organização do evento pelo e-mail cnpgl.ideasformilk@embrapa.br até 10 de setembro de 2017. A organização do Ideas for Milk – VACATHON tem a prerrogativa de convidar IES para participar do evento.

As IES participantes serão indicadas no site do evento em www.ideasformilk.com.br/vacathon/conteudo/universidades-e-embaixadores à medida que a participação for confirmada.

Cada IES participante do Ideas for Milk – VACATHON deverá ter um professor responsável, denominado EMBAIXADOR, que irá efetuar a inscrição da equipe e responderá pela mesma perante a organização do evento.

 

CAPÍTULO II – DA INSCRIÇÃO E DA COMPETIÇÃO

2.1 – INSCRIÇÃO E PARTICIPANTES

As inscrições de TIMES que representarão as IES participantes no Ideas for Milk – VACATHON são livres de custos e estarão abertas no período de 11 de setembro de 2017 às 23h50 do dia três de novembro de 2017, horário de Brasília. A inscrição deverá ser efetuada pelo professor responsável exclusivamente no site do evento, em www.ideasformilk.com.br/vacathon/conteudo/universidades-e-embaixadores.

Cada IES, por intermédio do professor responsável, deve constituir seu TIME com o número de integrantes definido e enviar à organização do evento os dados cadastrais dos participantes até o dia três de novembro de 2017.

Caberá ao professor definir o processo de seleção ou escolha do TIME. Os TIMES deverão ser formados por 3 (três) a 5 (cinco) membros, denominados “DESENVOLVEDORES”.

Cada IES, por intermédio do professor que a representa, deve ter conhecimento das restrições descritas a seguir e, desde já, declarar concordância com as mesmas e a responsabilidade pelo seu cumprimento:

a) os TIMES devem ser constituídos como equipes informais e, portanto, não podem ser estabelecidos como pessoa jurídica, apresentarem similaridades a caracterização de pessoas jurídicas ou qualquer estrutura organizacional formalizada ou não, que seja equivalente ou congênere à de uma empresa;

b) não podem ser inscritos TIMES que apresentem em sua formação um ou mais integrantes que seja empregado da Embrapa. Ou seja, nenhum empregado da Embrapa poderá fazer parte da composição de um TIME indicado por alguma das IES convidadas/selecionadas.

c) TIMES com três DESENVOLVEDORES deverão ter no mínimo dois DESENVOLVEDORES alunos da IES, podendo o terceiro membro ser externo à IES. Já os TIMES com quatro ou cinco DESENVOLVEDORES poderão ter até dois DESENVOLVEDORES externos, ou seja, sem vínculo estudantil com a IES, devendo ser os demais membros alunos da IES.

Caso seja necessário, o professor responsável poderá ser substituído até um dia antes do início do evento. Neste caso, a substituição deve ser comunicada à organização do Ideas for Milk - VACATHON, pelo endereço eletrônico de contato informado no site do evento.

Caso seja necessário, até dois dos DESENVOLVEDORES poderão ser substituídos até um dia antes do início do evento. Da mesma forma, a substituição deve ser comunicada à organização do Ideas for Milk - VACATHON, pelo endereço eletrônico de contato informado no site do evento.

Eventuais custos decorrentes da substituição do professor responsável e/ou do DESENVOLVEDOR serão de inteira responsabilidade dos participantes, estando o Ideas for Milk – VACATHON isento de cobrir qualquer custo referente à alteração de um participante.

2.2 – O EVENTO

O Ideas for Milk - VACATHON tem como objetivo avaliar propostas de soluções computacionais para problemas específicos da produção de leite em propriedades rurais.

O período de realização do Ideas for Milk - VACATHON será de seis a dez de dezembro de 2017, conforme divulgado no site do evento, em www.ideasformilk.com.br, e sua programação prevê uma etapa de treinamento (bootcamp) e a maratona de programação.

No bootcamp, os participantes receberão treinamento nas instalações da Embrapa Gado de Leite sobre diversos aspectos da atividade de produção de leite em fazendas, cujo conteúdo deverá ser utilizado no desafio imposto pela etapa seguinte, a maratona de programação.

Na maratona de programação, etapa seguinte ao bootcamp, os TIMES deverão desenvolver uma solução computacional na forma de aplicativo para dispositivo móvel ou “vestível”, de software web ou, ainda, solução de hardware e/ou software aplicadas, direcionadas ou baseadas em IoT.

Todos os TIMES receberão um mesmo conjunto de desafios, bem como dados e recursos adicionais sobre os mesmos. A partir daí, devem escolher um dos desafios para propor e desenvolver a solução ou um protótipo de solução.

Ao final do evento, as soluções computacionais ou seus protótipos desenvolvidos pelos TIMES serão avaliadas de forma comparativa, seguindo os critérios estabelecidos no CAPÍTULO III.

A avaliação das soluções computacionais propostas ou seus protótipos será feita por uma comissão avaliadora que deverá ser composta por representantes das entidades realizadoras, correalizadoras, patrocinadoras e apoiadoras do Ideas for Milk - VACATHON e dos segmentos constituintes da cadeia produtiva do leite.

Para a avaliação da solução computacional proposta ou seu protótipo, cada TIME deverá apresentar um PITCH presencial de 5 (cinco) minutos para a comissão avaliadora que, ao final, pode utilizar até 10 (dez) minutos adicionais para esclarecimentos de dúvidas por meio de perguntas aos TIMES.

O término da avaliação de todas as equipes resultará em um ranking organizado em três níveis:

  • (Ouro) – os 5 (cinco) melhores TIMES avaliados.
  • (Prata) – os TIMES classificados entre a 6ª e a 10ª colocação.
  • (Bronze) – os TIMES classificados entre a 11ª e a 20ª colocação.

A avaliação sobre a solução computacional proposta ou seu protótipo e a decisão sobre o ranking ao final da avaliação são únicas e de responsabilidade exclusiva da comissão avaliadora, não cabendo, portanto, qualquer forma de recurso.

 

CAPÍTULO III – DOS ASPECTOS E CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO, JULGAMENTO E PONTUAÇÃO

A apresentação do PITCH para avaliação da solução proposta deve ter elementos suficientes para que a comissão avaliadora julgue os critérios (1) impacto econômico, (2) visão de futuro, (3) barreiras de entrada e (4) desenvolvimento e execução, como descritos:

  1. o impacto econômico, pode ser entendido como o tamanho do problema a ser resolvido, relacionado com o público-alvo e/ou tamanho do mercado. A avaliação irá variar de 0 (zero), quando o problema for irrelevante e/ou raro, a 4 (quatro), quando a solução proposta tratar de um problema frequente e/ou que deve trazer benefício altamente positivo para um grande público;
  2. a visão de futuro é a expectativa de longo prazo para o produto/proposta. Sua avaliação quer perceber a proposta como um produto sendo lançado, melhorado e expandido e deve variar de 0 (zero), quando não há planos para comercialização ou para o estabelecimento da startup, até 4 (quatro), quando são mostrados planos factíveis de melhorias e expansão do produto, e o estabelecimento ou a existência de uma empresa ou startup com base no projeto;
  3. as barreiras de entrada consistem na dificuldade de implantação e execução da solução proposta. Varia de 0 (zero), quando for muito difícil a criação ou de difícil replicação; quando necessitar de equipamento raro e/ou específico em área ou situação específica etc.; a 4 (quatro), quando for de fácil replicação como, por exemplo, por meio de aplicativos para dispositivos móveis; quando basear-se em tecnologias e/ou recursos difundidos e de fácil acesso etc.;
  4. desenvolvimento e execução da proposta consiste na percepção de como está o projeto no momento do evento. Varia de 0 (zero), quando for apresentada somente a ideia e nada for mostrado em termos de viabilidade ou desenvolvimento de um protótipo, a 4 (quatro), quando for apresentado um protótipo funcional para experimentação ou uso em campo ou, ainda, um produto além do protótipo.

Todos os critérios variam de 0 (zero) a 4 (quatro), sendo que os integrantes das comissões julgadoras poderão atribuir pontuação apenas com valores inteiro ou inteiro e meio, isto é, somente serão permitidas as pontuações 0 (zero), 0,5 (meio), 1 (um), 1,5 (um e meio), 2 (dois), 2,5 (dois e meio), 3 (três), 3,5 (três e meio) ou 4 (quatro).

O resultado da pontuação obtida pela equipe/startup nas três fases será calculado como a média aritmética das médias aritméticas por critério. Isto é:

  1. deve ser calculada a média aritmética de cada um dos quatro critérios, considerando a pontuação determinada pelos integrantes da comissão julgadora;
  2. em seguida, será calculada a média aritmética das quatro médias aritméticas dos critérios.

Caso seja necessário, o procedimento de desempate deve considerar, na ordem apresentada:
(i) a maior média aritmética no critério impacto econômico;
(ii) a maior média aritmética no critério visão de futuro;
(iii) a maior média aritmética no critério desenvolvimento e execução;
(iv) a maior média aritmética no critério barreiras de entrada;
(v) a menor quantidade de notas iguais a 0 (zero) ponto;
(vi) a menor quantidade de notas iguais a 0,5 (meio) ponto;
(vii) a menor quantidade de notas iguais a 1 (um) ponto;
(viii) a menor quantidade de notas iguais a 1,5 (um e meio) ponto;
(ix) a menor quantidade de notas iguais a 2 (dois) pontos;
(x) a menor quantidade de notas iguais a 2,5 (dois e meio) pontos;
(xi) a menor quantidade de notas iguais a 3 (três) pontos;
(xii) a menor quantidade de notas iguais a 3,5 (três e meio) pontos;
(xiii) a menor quantidade de notas iguais a 4 (quatro) pontos.

 

CAPÍTULO IV – DA PREMIAÇÃO

Os TIMES receberão um certificado de participação. Na final do Ideas for Milk - VACATHON, eventuais premiações oferecidas por apoiadores e patrocinadores, além do certificado de finalista e de vencedor, serão divulgadas aos participantes.

 

CAPÍTULO V – DA AUTORIA E DOS DIREITOS AUTORAIS DAS PROPOSTAS

As soluções a serem propostas por parte dos TIMES inscritos no Ideas for Milk - VACATHON aos problemas oferecidos pela Embrapa Gado de Leite, quer sejam soluções completas ou parciais, não implica em nenhuma cessão de direitos destas mesmas soluções.

A organização e os realizadores do VACATHON – 1ª MARATONA DE PROGRAMAÇÃO RURAL PARA PRODUÇÃO DE LEITE e/ou as empresas, instituições ou organizações realizadoras ou correalizadoras não serão coautoras ou detentoras de direitos autorais sobre as soluções propostas.

 

CAPÍTULO VI – DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

Serão desclassificados TIMES que cometerem qualquer uma das infrações a seguir:

  1. não atenderem às restrições de INSCRIÇÃO E PARTICIPANTES, conforme CAPÍTULO II, SEÇÃO 2.1;
  2. comparecerem ao evento com o professor representante da IES diferente do professor inscrito, sem a devida comunicação, conforme CAPÍTULO II;
  3. comparecerem ao evento com, pelo menos, 1 (um) DESENVOLVEDOR diferente dos DESENVOLVEDORES inscritos, sem a devida comunicação, conforme CAPÍTULO II;
  4. comparecerem ao evento sem o professor representante da IES ou com 2 (dois) ou menos DESENVOLVEDORES;
  5. não atenderem ou não colaborarem com qualquer instrução da organização, deixando de estabelecer ou manter a ordem e a execução do Ideas for Milk - VACATHON, durante o bootcamp, a maratona de programação ou em qualquer outra atividade do Ideas for Milk - VACATHON.

Ao realizar a inscrição no Ideas for Milk - VACATHON, o TIME, por meio de seus representantes e/ou integrantes, declara que todos os dados e informações fornecidas ou cedidos, sob qualquer forma, em qualquer momento do evento, são completamente verídicos e de inteira responsabilidade de quem os forneceu ou dos cedentes.

Assim, qualquer questionamento de natureza civil ou criminal sobre os mesmos devem recair sobre o TIME, por meio de seus representantes e/ou integrantes, que forneceram ou cederam os dados e informações questionadas;

A inscrição e/ou participação dos TIMES no Ideas for Milk - VACATHON ou em qualquer uma de suas atividades estabelece a concordância e aceitação de todos os capítulos, artigos, condições, critérios e termos deste regulamento por parte dos TIMES inscritos e/ou participantes.

Casos e/ou situações não contempladas neste regulamento devem ser encaminhadas à organização do Ideas for Milk - VACATHON, pelo endereço eletrônico de contato informado no site do evento.